"A experiência própria não pode ser substituída por nada"

Com essa declaração, a psicóloga e administradora de empresas resume seu trabalho como treinadora intercultural. Ela viveu três anos na China e seis anos no Brasil, como profissional, esposa e mãe de duas meninas. Esse tempo a sensibilizou para os problemas das pessoas que saem da Alemanha para o exterior e daquelas que vêm do exterior para a Alemanha.

Ines Hofmann trabalhou na China, na Universidade de Hong Kong, como professora de idiomas. Durante a convivência com os chineses, adquiriu um alto nível de compreensão em relação aos seus valores morais e às suas tradições.

Trabalhou como consultora para a Secretaria Municipal de Cultura de Nova Friburgo e executou projetos relacionados a problemas sociais de difícil supervisão. Durante esse período, viveu o significado de competência intercultural, tendo adquirido vasta experiência em trabalho de equipe e habilidade de comunicação.

Outras atividades:

  • Porta-voz, no Brasil, da organização suíça "Vivamos Melhor", relações públicas e responsável pela captação de recursos.
  • Diretora de escola, em Nova Friburgo, no Estado do Rio de Janeiro.
  • Intérprete particular em negociações entre a China e a Alemanha.